Carregando
Lembrar? | Esqueci a senhaCadastrar
análise • 3ds 
Mega Man Legacy Collection
Escrita por Nícolas Andréas Cardoso Martins Ferreira

Ainda hoje Mega Man continua sendo um dos personagens mais amados do mundo dos jogos apesar de não ter um novo lançamento sequer em anos, e essa realidade não parece próxima de mudar considerando que os últimos projetos relacionados ao personagem acabaram sendo cancelados. Ao invés disso, os fãs acabam tendo que se contentar com pequenos e escassos momentos em que o personagem volta à vida, como a aparição – admitidamente, respeitosa – do personagem em Super Smash Bros.. Talvez numa tentativa de saciar os fãs, a Capcom lançou recentemente Mega Man Legacy Collection, que traz em um pacote só os seis primeiros jogos do Blue Bomber, lançados originalmente no NES. Enquanto não se trata de nada novo, reviver esses títulos é uma boa forma de compreender o porquê da imensa popularidade do personagem até hoje.

Os Mega Man de NES eram – e conseguiram se manter até hoje – visualmente atraentes. Diferente de muitos jogos da época em que os visuais requeriam muita imaginação por parte do jogador ou eram simplesmente indecifráveis, Mega Man conseguia ser claro, simples e detalhado ao mesmo tempo. Não só isso, mas o jogo claramente tinha um estilo próprio que nenhum outro jogo tinha, e que ainda hoje é reconhecível e que envelheceu muito bem.
 


Mas os visuais não são o único ponto alto da franquia, muito pelo contrário: A jogabilidade é outra área em que Mega Man envelheceu bem: com exceção de algumas decisões que, hoje em dia, parecem um tanto arcaicas, se a dificuldade for posta de lado, os jogos são extremamente intuitivos e fáceis de se começar mesmo para jogadores mais novos. A mecânica das múltiplas habilidades conseguiu se manter moderna e ainda hoje torna as jogatinas mais interessantes.

A jogabilidade e os visuais são complementados por um level design que consegue certa constância em sua qualidade através de todos os seis jogos – com uma ou outra exceção -, mesmo que isso seja fonte de um tanto de repetitividade. Para completar, a trilha sonora icônica torna memorável cada uma das fases. 
 

Legacy Collection dá aos jogadores a possibilidade de ouvir todas as músicas de cada jogo incluso na coleção através de um tocador de música que infelizmente não é muito bem implementado se comparado ao de outros jogos no 3DS, sem funcionalidades como a de tocar músicas com o portátil fechado. Uma outra atração deste relançamento é um museu cheio de artes e outras imagens referentes aos jogos e seus lançamentos originais – fotos dos cartuchos, caixas e panfletos, por exemplo –, bem como um banco de dados com informações sobre os inimigos e chefes de cada jogo, o que é um interessante adicional para os fãs mais curiosos, mas algo que não deve adicionar muito para aqueles que apenas se interessam no principal: os jogos. 
 
Outra novidade de Legacy Collection são desafios baseados nos jogos originais. Enquanto alguns jogadores podem não vê-los como uma adição substancial, esses desafios apresentam uma nova abordagem aos títulos clássicos, o que pode ser interessante para aqueles que já são experientes com os títulos ou que carregam o portátil consigo para momentos de jogatina rápida em pequenos intervalos de tempo, como almoço e coisas do tipo. Um pequeno adicional para os jogadores Brasileiros é que Legacy Collection inclui, dentre as diversas línguas que os jogadores podem escolher, Português Brasileiro. Esta opção, porém, não é válida para os jogos em si, apenas para o conteúdo novo feito para a coleção.
 


Os seis jogos inclusos em Legacy Collection apresentam uma boa amostra do que tornou Mega Man o sucesso que ele é: a jogabilidade sólida, música boa e um estilo próprio. Até mesmo os glitches e quedas da taxa de quadros dos lançamentos originais estão presente, o que pode ser visto como um ponto positivo por parte dos nostálgicos, mas nem tanto pelos novos jogadores. 

VEREDITO

Apesar de ter falhas próprias e não ser a compilação definitiva de Mega Man se comparada às outras - Anniversary Collection, de duas gerações atrás, conta com mais títulos que o relançamento atual -, Legacy Collection ainda contém seis dos melhores jogos de NES já feitos, assim como um grande catálogo de artworks e informação referentes aos mesmos e uma grande variedade de novos desafios criados com base nos jogos clássicos especificamente para esta coleção. O alto custo-benefício de Legacy Collection – bem como a qualidade incontestável dos títulos inclusos – torna-o um lançamento de fácil recomendação. 

 

 

Jogo analisado com código fornecido pela Capcom.

7,0
COMENTáRIOS • site
nicolasacmf
03/03/2016 s 13:27
@Bucano

Apesar da brincadeira, o @Valle (meio que) acertou. Eu NÃO tirei exatamente um ponto por jogo "faltando", mas esse foi o fator que mais influenciou. A Anniversary Collection conta com quatro jogos a mais que a Legacy Collection. Além disso, tem outras coisas que citei como o music player não ser bem implementado.

Lembrando que 7 não é uma nota baixa ou mediana. Eu consideraria um 5 como mediano.
Valle
03/03/2016 s 11:39
"E não entendi, pelo texto, qual fator que levou ao número 7 da nota."
Menos 1 ponto para cada jogo faltando.
Mais 1 ponto por ser Megaman
Bucano
03/03/2016 s 09:03
Estou achando que ninguém mais dará código para Wii-Brasil. Só sai nota mediana para baixo hehehe

E não entendi, pelo texto, qual fator que levou ao número 7 da nota.
nicolasacmf
02/03/2016 s 19:37
@ernanifdx

Só entre as bordas especiais e a tela do jogo. Os jogos em si não tem efeito 3D.
ernanifdx
02/03/2016 s 19:28
A coletânea tem no minimo efeito 3D?
Estrujo
02/03/2016 s 19:13
Megaman já possuía lag na versão original. Então esta sussa.
Kuga
02/03/2016 s 19:07
Detalhe que o jogo é "emulado" no 3DS, tendo um ligeiro input lag, e não um Port, como a versão dos lançados por VC.
Patrick
02/03/2016 s 18:33
Megaman é o tipo de jogo que provoca vontade de comprar um NES só pra jogar ele na forma original. Realmente é um clássico

Apenas usuários cadastrados podem comentar.

Se deseja realizar seu cadastro, clique aqui.

COMENTáRIOS • facebook
análises recentes
switch
switch