Carregando
Lembrar? | Esqueci a senhaCadastrar
Lembrar? | Esqueci a senhaCadastrar
artigo 
O Wii U não acabou
Postado por Thales Nunes Moreira

O Wii U não está vivendo o melhor dos momentos. As vendas, mesmo que estejam melhorando, estão ainda em níveis preocupantes. Dezenas de jogos são confirmados para todos os consoles, tablets, celulares e calculadoras produzidas pelo homem... Exceto o Wii U. E, quando são confirmados, em geral são versões inferiores, com problemas de perfomanc, e sem suporte via DLCs e patches. A indústria como um todo e mesmo a comunidade parece simplesment ignorar o Wii U. Tudo parece apontar para um fracasso colossal do Wii U. Esperem.

Em primeiro lugar, vamos revisar a situação atual: quantas revoluções ocorreram nos últimos sete anos? Tivemos a ascenção de inúmeras novas formas de distribuição, como free-to-play, AppStore e Facebook. Tivemos também o surgimento de muitas novas formas e dispositivos de jogar, como smartphones, Kinect e 3D. Indepentemente do que qualquer um pense sobre qualquer uma dessas coisas e independentemente da sua influência real nas vendas de consoles, uma coisa é certa: todas essas transformações, em conjunto, alteraram significativamente o perfil do consumidor. Não apenas isso, mas uma crise econômica cujos efeitos ainda são muito sentidos no hemisfério norte fez as pessoas ficarem muito mais seletivas em relação ao preço de certos aparelhos, ainda mais se esses aparelhos têm como foco uma única função.
 
 
Esse é o ponto em que nos encontramos. O que isso representa para o futuro do Wii U? Há quem diga que o Wii U vai sofrer o mesmo destino do Wii, mas será que esse destino está tão certo, considerando tudo por que passamos nos últimos anos? Eu penso que não. Não sabemos o que vai acontecer e todas essas revoluções podem beneficiar ou prejudicar a Nintendo, mas é impossível que a história se repita nos mínimos detalhes depois de tudo isso. Ao menos, sabemos que o suporte das produtoras terceirizadas não tem como ficar muito pior do que hoje. A ausência de suporte a motores como Unreal 4 e Frostbite 3 - o que não tem nada a ver com poder de processamento - certamente pode afetar o console a longo prazo, mas isso ainda está para ser provado.
 
Seja como for, ao menos o suporte da própria Nintendo está garantido. Claro, isso não foi o suficiente para manter o momento do Wii, mas a empresa já se mostrou capaz de suportar os seus consoles praticamente sozinha no passado e não há motivos para pensar que não pode fazer o mesmo novamente. Os custos de produção e desenvolvimento subiram exponencialmente, sim, mas a Nintendo acumulou um capital gigantesco na última década, de forma que pode bancar muitos estúdios e parcerias como as que vão nos trazer The Wonderful 101 e Shin Megami Tensei X Fire Emblem. Além disso, o 3DS mostra que a Nintendo aprendeu a lançar os seus jogos num ritmo que torna fácil de acompanhar, mas ao mesmo tempo não fique com um hiato muito grande entre dois títulos importantes.
 
 
Esse artigo tem um tom muito positivo, claro, apesar de a mensagem real ser de incerteza. O caso é que se faz necessário, nesses tempos, lembrar que há motivos para acreditar que o Wii U irá se sair bem no final das contas, tanto nas prateleiras quanto na mente dos jogadores.
COMENTáRIOS • site
fof
13/10/2013 às 13:45
eu ainda torço para que façam um remake de todos os zeldas desde ocarina of the time e alguns resident evil , claro que assim que o novo zelda e mario sairem ja vai aumentar as vendas do wiiu eu adquiri o meu essa semana ja tive 3 xbox360,play1 e 2,snes ,n64 ,2 dream cast e tenho o play 3 e to entre o play4 ou o xbox one mas uma coisa é certa nintendo é nintendo ninguem copia .....
AleXsds
06/05/2013 às 21:54
Eu não conheço ninguem que tenha o console e se arrependa, peguei o meu em janeiro e tenho 4 jogos, com o 5 a caminho e muito legal jogar nele. O que esta faltando para ele decolar de vez é um AAA da nintendo, pois eu nunca vi nenhum console se dar bem apenas com jogos de terceiros.
PettersonKobu
01/05/2013 às 13:07
Sou um grande fã da marca Nintendo desde o Snes. A nintendo, hoje, possui um console espetacular, o seu Nintendo Wii U.
Infelizmente, os diretores de alto escalão da empresa se preocupam, primeiramente, com a grana já investida ou a ser investida e esquecem que, satisfazendo seus clientes, o resultado "dinheiro" chegará mais rápido e facil.
Receber as opiniões e críticas dos usuários (gamers) da marca, com vistas a melhorar sua plataforma; criar uma interatividade maior via net entre jogadores, explorando melhor os seus jogos (é incrivelmente inaceitável como New SMB U não possui modo de jogo on-line entre jogadores...pecou muito a Nintendo); buscar mais parcerias entre empresas produtoras de games; criar e lançar "à toque de caixa" os jogos que são carro chefe da marca, como ZELDA, METROID, UM NOVO STAR FOX, SUPER MARIO GALAXY, MARIO PARTY, MARIO KART, DONKEY KONG entre outros; criar espécies de "pacote de expansão de jogos": compra-se, por exemplo, New SMB U e, após "zerar" (finalizar) o jogo, o usuário entraria no canal do Wii U para baixar e liberar novas fases, ou novos personagens, etc..., sem custos.
Lançar mais jogos de Snes e os jogos de N64 para o Virtual Console.
Falta mais criatividade no pessoal da Nintendo.
Mas, ainda assim é cedo para dizer se a Nintendo se manterá firme no mundo dos games e se o Wii U almentará suas vendas esponencialmente.

Torço para que isso ocorra o mais breve possível.
29/04/2013 às 23:35
Ótimo artigo, realmente é uma aposta arriscada da nintendo, só daqui uns dois anos que saberemos se realmente deu certo.

Apenas usuários cadastrados podem comentar.

Se deseja realizar seu cadastro, clique aqui.

COMENTáRIOS • facebook
artigos recentes