Carregando
Lembrar? | Esqueci a senhaCadastrar
Lembrar? | Esqueci a senhaCadastrar
artigo 
E3 2015 Index: Wii U
Postado por Equipe Wii U Brasil


Fruto de um esforço concentrado entre a Warner Bros., a TT Games e o grupo LEGO, em setembro, chegará para diversas plataformas, incluindo o Wii U, LEGO Dimensions, o qual busca redefinir a forma como um jogo da franquia LEGO é apreciado por jogadores, unindo diversas franquias afiliadas à série, além de uma junção entre o digital (jogo) e real (figuras de bonecos LEGO). O objetivo é acabar com a ambição do antagonista Lord Vortech, que invade vários mundos provocando o caos.

A interação com as figuras LEGO promete ser tão inovadora quanto às vistas em jogos como Skylanders e jogos da Nintendo que utiliza os amiibos. Dentre os heróis, destaque para Batman (dublado por Troy Barker) e Doc Brown (dublado pelo próprio Cristopher Lloyd). LEGO Dimensions promete expandir a experiência com pacotes adicionais que trarão, além de novos personagens, veículos e outros brinquedos montáveis, visando colocar a modalidade toys-to-life em outro patamar.



Desembarcando neste ano para Wii U, Devil’s Third é a nova aposta da Vahalla Game Studio, estúdio capitaneado pelo lendário Tomonobu Itagaki, criador de Ninja Gaiden. Em parceria com a Nintendo, o jogo mesclará mecânicas de tiro em terceira pessoa (com perspectiva FPS no seu sistema de mira) e hack’n slash, com o manuseio de armas brancas, como facas e espadas, estas senso mescladas com habituais armas de fogo.

Há uma campanha single-player, ambientada em um planeta Terra inóspito, consequência do pós-efeito Kessler, no qual há uma colisão contínua de satélites que eliminam progressivamente os meios de comunicação terrestre. Viajando para várias localidades do mundo, Ivan, um protagonista ao estilo anti-herói, estará diante deste clima conflituoso. Como complemento, haverá também um multiplayer online baseado em modos recorrentes no estilo, como Team Deathmatch, um sistema de clãs e muita customização, seja de personagens, armas e, até mesmo, os próprios cenários.



Fechando o evento Nintendo World Championships com chave-de-ouro, Super Mario Maker, outrora sem o “Super” promete mudar os paradigmas enxergados nos jogos de plataforma 2D do bigodudo. Transitando desde os Super Mario Bros. de NES, passando pelo épico Super Mario World e finalizando com o New Super Mario Bros. U, a Nintendo disponibilizará ao usuário ferramentas de criação dos jogos citados, conferindo possibilidades robustas dependendo da criatividade do usuário.

Plataformas, canos, itens e inimigos poderão ser totalmente customizados. Piranhas Plant voadoras, vilões saindo de blocos, portas que escondem surpresas indigestas, dentre inúmeras possibilidades. E tudo poderá ser compartilhado online, oferecendo opções para o jogador que queira apenas desfrutar da invencionice de outras pessoas da comunidade do Miiverse. Super Mario Maker deve chegar em setembro deste ano.



Star Fox finalmente está de volta. E agora não foi com apenas um anúncio tímido ou um breve trailer. Fox e seu time clássico de companheiros marcaram presença na E3 como protagonistas e exibiram título definitivo, níveis completos e jogáveis, além de mecânicas e veículos inéditos. Fora o mais importante: Tudo isso nos moldes da fórmula mais amada e de maior prestígio da franquia, abandonada a quase 18 anos no Nintendo 64. Segundo o próprio Miyamoto e as apresentações do futuro lançamento na Nintendo Treehouse, a campanha não será nem uma sequência direta de Star Fox 64 e nem um prelúdio. Se trata de uma reinterpretação daquele episódio da série, com história e percursos reinventados pela PlatinumGames, desenvolvedora famosa por obras como Bayonetta. O jogo deve ser um prato cheio para quem é fã e promete ser servido ainda em 2015. Falta pouco.



Ainda uma febre entre diversos tipos de jogadores (casuais ou não), Just Dance chega em sua edição 2016 sem muitos avanços significativos. Contudo, a grande novidade, e que promete tornar o jogo ainda mais difundido é a não obrigatoriedade do uso de uma câmera específica por console para capturar os movimentos do jogador. Para que isto seja possível, haverá uma integração com os smartphones, mediante um aplicativo que fará todo o serviço. Além disto, será introduzida a opção para o jogador ter acesso ao Just Dance Unlimited, um acervo de músicas dos jogos anteriores, mediante assinatura, que virá como complemento à experiência, junto dos famigerados DLCs.

Para a versão de Wii U, o modo Party Master fará seu retorno, dando a possibilidade de um jogador ser o DJ, escolhendo músicas e próximos movimentos a serem executados. Com as músicas do momento executadas por artistas populares como Bruno Mars e Meghan Trainor, dentre outros, Just Dance 2016 chegará às lojas em outubro deste ano.



O ano de 2016 será especial para o esporte como um todo, afinal, as Olimpíadas estarão presentes no cotidiano dos aficionados pelas mais diferentes modalidades esportivas. E para os games, há algum tempo, ano olímpico é sinônimo da dupla Mario & Sonic juntarem forças para nos dar uma prévia do que veremos no evento. Do jeito deles, mas a ideia é essa.
Ambientado no Rio de Janeiro, os mascotes clássicos da Nintendo e da SEGA estarão disputando diversas modalidades, dentre elas o rugby, que fará sua primeira aparição como modalidade olímpica desde 1924. Prometendo suporte para até quatro jogadores, Mario and Sonic at Rio 2016 Olympic Games chegará em breve para aqueles que sabem que o importante é jogar e competir.



Demonstrado pela primeira vez alguns meses atrás, a colaboração de Shin Megami Tensei e Fire Emblem tomou uma forma inesperada e surpreendente. Apenas nessa E3 que recebemos os primeiros verdadeiros detalhes dessa colaboração que deve ser lançada no início do ano que vem. O RPG relembra bastante a sub-série Persona e também traz elementos da série Fire Emblem como as classes e o triângulo de armas. No entanto, é bem claro que #FE possui uma identidade própria e esperamos que seja um ótimo jogo quando for lançado.



Disponível no Japão desde abril, Xenoblade Chronicles X era um daqueles títulos que o público ocidental mais temia que fosse demorar muito para aparecer nas prateleiras deste lado do planeta. Bom, a ansiedade agora tem data fixa para acabar com o anúncio de que o jogo chegará aos nossos Wii U no começo de dezembro. A data prova que, com investimento e dedicação, mesmo um projeto tão grande e cheio de conteúdo como esse, pode ser localizado em apenas alguns meses. No final de 2015, prepare-se para vivenciar um dos RPGs mais aguardados dos últimos tempos. E por bons motivos.



Nos últimos anos, o rock’n roll tem vivenciado uma crise de identidade com o enfraquecimento das produções atuais. Isso também se verificou, em outras perspectivas, nas franquias baseadas no dito estilo. Guitar Hero e Rock Band sumiram de cena tão rápido quanto a febre que proporcionaram aos seus adeptos. Por parte da Activision, Guitar Hero Live promete trazer de volta o frenesi provocado pela série, porém tenta redefinir o conceito. Exemplo disto é o design redesenhado das guitarras e a escolha por definir as notas apenas nas tonalidades preto e branco, visando agregar uma base de novatos consistente.

A princípio, haverá os modos Live e TV. No primeiro, o jogador estará tocando suas músicas favoritas enfrentando as reações de uma plateia real, a qual se comportará fidedignamente diante do desempenho de quem estiver no comando da ação. Já no segundo trará o conceito de videoclipe jogável, no qual os fãs estarão diante de obras do rock eternizadas em clássicos clipes. Sugerindo uma iteração mais envolvente, Guitar Hero Live estará disponível em outubro deste ano.



Fatal Frame, clássica série de terror, aparece pela primeira vez no Wii U e é um título perfeito para o GamePad. O combate em Fatal Frame foca em tirar fotos de fantasmas, portanto o GamePad é utilizado como câmera nesse novo jogo. É necessário mirar, focar e acertar o ângulo do GamePad para garantir que suas fotos causem o máximo de dano em seus inimigos. Em Maiden of Black Water os fantasmas podem aparecer em grande número, são rápidos e suas aparições são inesperadas, portanto espere vários sustos.



Conhecida por extrair o máximo das capacidades técnicas de videogames modestos neste quesito, a Shin’em traz, para os órfãos de F-Zero, um novo título de corrida futurístico. FAST Racing Neo promete impressionar os fãs de velocidade máxima. Apesar da jogabilidade inovadora de “fases” na pista, as quais deveriam estar em sintonia com a cor de seu carro para que o boost fosse executado, a sensação de velocidade em FAST Racing League, de Wii, não era muito notória. Isto promete mudar em FAST Racing Neo. Junto a isto, teremos ambientações soberbas, um sistema de ligas e a possibilidade de jogar somente na tela do GamePad, além do aguardado multiplayer para até quatro jogadores.

Previsto para chegar ainda em 2015, há grandes chances de o jogo da Shin’en fazer os donos de Wii U colocá-lo ao lado de Mario Kart 8 como um jogo imprescindível no gênero para o console.



A franquia Skylanders é uma das pioneiras no estilo toys-to-life, que consiste em trazer estatuetas à vida no jogo para participarem ativamente da jogabilidade. Em Skylanders SuperChargers, haverá, pela primeira vez, a introdução de veículos na série, no formato de brinquedo. Segundo os desenvolvedores, até 50% do jogo poderá ser concluído conduzindo algum tipo de transporte. E para ajudar os heróis de Skyland, que precisam enfrentar um novo perigo, proveniente da mais nova arma do vilão Kaos, será recrutado, exclusivamente para Wii U, 3DS e Wii, Bowser e Donkey Kong portando seus próprios veículos, por meio do sistema de amiibos. Fórmula certa para atrair fãs e dinheiro, Skylanders SuperChargers será lançado em setembro deste ano.




2015 é o ano em que muitas das promessas feitas pela Nintendo lá no longínquo Nintendo Direct de Janeiro de 2013 finalmente serão concretizadas: Xenoblade Chronicles X sai - por muito pouco - ainda esse ano. O crossover de Shin Megami Tensei com Fire Emblem finalmente deu sinal de vida e por último - mas não menos importante - temos o fiel mascote de Mario, que retornará aos consoles de mesa da Nintendo pela primeira vez desde o N64 numa nova aventura chamada Yoshi’s Woolly World, um título cujo estilo artístico lembra o de Yoshi’s Story em certos momentos, e que conta com uma mistura do esquema de controle do lançamento original do personagem pra SNES com as mecânicas de lã de Kirby’s Epic Yarn.

Além da jogabilidade clássica, o jogo também promete belos visuais e uma pequena recompensa para os mais ávidos colecionadores: quase todos os amiibo - os de Pokémon sendo uma exceção - destravam skins diferentes para Yoshi. Uma novidade é que jogadores poderão jogar de forma cooperativa para superar obstáculos pelos diversos mundos apresentados no lançamento.



Financiado com sucesso em apenas 2 dias por meio do kickstarter em 2013 e desenvolvido pela Comcept, Mighty Number 9 é a tentativa de Keiji Inafune em atender os desejos dos fãs de Mega Man abandonados pela Capcom. Considerado por muitos como o sucessor espiritual da franquia criada por Inafune, Number 9 aparenta ser completamente inspirado nos jogos do robozinho azul, com o devido cuidado para evitar problemas com propriedade intelectual. Personagens carismáticos, enredo simples e jogabilidade em 2,5D são características marcantes do título, que será lançado para todas as plataformas disponíveis atualmente e estará repleto de recompensas para aqueles que ajudaram na campanha de financiamento. Resta saber se o jogo conseguirá atender às expectativas e a nostalgia dos fãs, se estabelecendo como uma nova franquia, ou se ficará à sombra daquele que um dia foi um dos símbolos de toda uma geração Nintendo de gamers.



Dada a abundância e popularidade da franquia – sem contar a presença em todo console moderno existente -, é quase impossível que exista algum jogador que nunca tenha tocado em um jogo LEGO. É ainda mais impossível acreditar que ainda existam franquias que não tenham sido transformadas em LEGO, mas nada disso é suficiente para impedir que novos jogos da série sejam feitos. Dessa vez são Os Vingadores - o popular grupo de heróis da Marvel - que são transformados em pecinhas, em um título cujo intuito é adaptar para o mundo dos jogos os dois filmes do Universo Cinemático da Marvel: The Avengers e Age of Ultron.

Jogadores podem esperar a jogabilidade clássica da franquia, adaptada para os heróis dos quadrinhos. Assim como os jogos LEGO de Senhor dos Anéis e de O Hobbit, Marvel’s The Avengers contará com áudio dos filmes, para uma experiência mais próxima ao que os fãs estão acostumados na telona. O título contará com diversos personagens jogáveis como agente Coulson, Nick Fury, Viúva Negra, Gavião Arqueiro, Feiticeira Escarlate, Homem de Ferro, Thor e Ultron.



De todos os jogos de esportes do Mario, Mario Tennis sempre foi um dos mais divertidos e memoráveis. E desde 2004, com Mario Power Tennis para o GameCube, não se via a fórmula dar as caras em um console de mesa da Nintendo. Mario Tennis: Ultra Smash colocará um fim a esse panorama e levará todos os tenistas do Reino dos Cogumelos às quadras novamente, em um evento que normalmente significa diversão desenfreada entre amigos e familiares. Não se sabe muito sobre os personagens e nem os modos de jogo presentes no título, mas pelo trailer divulgado na E3, é possível confirmar o retorno da mecânica de Chance Shots de Mario Tennis Open, de 3DS, além de características novas como a presença de Mega Mushrooms capazes de deixar os jogadores gigantes durante as partidas. O jogo promete ser mais uma opção legítima para a biblioteca do Wii U e o melhor: Ainda para 2015.



Remake do polêmico e brutal jogo de um dos criadores de Super Meat Boy, The Binding of Isaac Rebirth chegará finalmente ao Wii U e ao 3DS após muita desconfiança, afinal, o jogo trata de temas pouco comuns em plataformas da Nintendo. O fanatismo religioso abordado e a correspondência que faz à Bílbia já em seu título se soma a um dungeon crawler de vista aérea com mecânicas simples de progressão, todavia desafiantes para quem costuma querer o algo a mais. E Rebirth traz muito mais conteúdo que o jogo original, como dois novos chefes finais, dezessete novos chefes regulares, dentre outros incentivos para o jogador explorar a história atormentadora (com uma gama diferente de finais) que envolve o pobre Isaac.



Anunciado há muito tempo somente para Wii, Rodea the Sky Soldier, após uma longa espera, viu a luz do dia neste ano em terras japonesas e verá no Ocidente no segundo semestre. Rodeado de problemas que frearam seu desenvolvimento, a nova IP criada por ninguém menos que Yuji Naka, pai de Sonic, traz a luta do soldado dos céus, Rodea, para libertar o reino de Garuda do mal que o assola. Com uma mecânica de combate e exploração que lembra outra criação de Naka (NiGHTS), a progressão onrail no espaço aéreo parece casar bem com o design dos níveis. Além de o jogador ter a preocupação constante de estar nos céus, o jogo aparenta ter uma boa dose de conteúdo, apesar de o multiplayer estar presente na versão para Wii. Rodea the Sky Soldier deve chegar para Wii U e 3DS em outubro deste ano.



O recurso toys-to-life virou uma verdadeira febre no mercado de videogames. Tal tecnologia consiste em usar personagens nos jogos a partir de bonequinhos reais dos mesmos. Uma das empresas a usar de tal recurso sabiamente foi a Disney com sua franquia Disney Infinity. A terceira iteração da série trará como tema a série Star Wars, apesar de termos participação também de personagens de Inside Out (Divertida Mente no Brasil). Tal jogo de ação e aventura, com toques de mundo aberto trará colaboração de grandes estúdios junto a Avalanche Software, como o Ninja Theory e o Sumo Digital e promete agitar os fãs do gênero neste segundo semestre.



Muitos esperavam a presença de um novo Animal Crossing nesta E3. A Nintendo, entretanto, mostrou dois. Nenhum, porém, é nos moldes tradicionais da franquia. Happy Home Designer, de 3DS, ao menos representa uma parte do que Animal Crossing é. Já este para Wii U, com o subtítulo Amiibo Festival, é outra coisa completamente.

Amiibo Festival é um jogo party, inspirado fortemente em Mario Party, mas tematizado com os villagers de Animal Crossing. O jogo conta com um tabuleiro com casas em que se recebe bells, captura insetos, entre outras atividades. Para entrar na brincadeira, são necessários amiibo da franquia, como Isabelle e Tom Nook. A Nintendo ainda não deu muitas informações sobre o jogo, mas já sabemos que será gratuito no eShop e que deve ser lançado esse ano.

COMENTáRIOS • site
NewD2Boy
25/06/2015 às 12:04
Apesar da Nintendo ter feito uma conferência que não agradou muito ela foi salva pelo Treehouse que mostrou muita gameplay de vários jogos.Muita gente fala que o Wii U está morto e que não tem conteúdo que valha a pena mas esse index aqui mostra que tem muito jogo bom que será lançado para o console claro que seria bom se tive-se mais jogos inéditos mas os que tem nesse index são muito bons com exceção de Animal Crossing: Amiibo Festival,todos os outros são compras garantidas para o meu Wii U.
valhalla knight
22/06/2015 às 00:55
Bom para esse ano to muito bem servido, da lista ai garantidos até final do ano vem:

Mario Maker, Rodea Sky Soldier, Devil's Third, Fatal Frame 5, Xenodeuso X, Mighty number 9, Star Fox Zero, Yoshi Wooly World e Fast Racing NEO. Numero de jogos até maior que conseguirei jogar, mas a maioria já está adquirido até em pre venda.

Para 2016 já temos uma pequena lista bem servida, que deve incorporar mais no decorrer desse ano e ano que vem, em futuros Nintendo direct e na próxima E3.

The Legend of Zelda U, Harvest Moon seeds of Memories e Shin Megami Tensei x Fire Emblem.


As compras, quem fica triste e minha carteira mas é a vida dela XD.
MagmaDragoon
22/06/2015 às 00:50
Para este ano tem bastante coisa, o problema é ano que vem, que só vai ter Shin Megami Tensei X Fire Emblem e Zelda U de exclusivos confirmados (pelo menos não indies) a menos que a Nintendo mostre coisas inesperadas nos proximos Nintendo Directs. Mas não espero mais nada grande para Wii U, tirando o Zelda U. Vai ter o Yooka-Layle que é multi, mas vai ser marcante joga-lo no Wii U.
Gvitor
21/06/2015 às 22:13
Deve rolar uma atualização final logo mais com todos esses que vocês falaram
danielssantos
21/06/2015 às 22:00
Acrescentar aí o mario tennis, might n.9, disney infinity 3.0, animal crossing amibo festival e o sky the rodea, se é que vai sair.
Voliver
21/06/2015 às 20:39
Mario Maker, Xenoblade, Fatal Frame V, Yoshi e Fast Racing Neo são compras certíssimas! Já Devil's Third, Star Fox, SMT x FE e Mario & Sonic, eu ainda estou em dúvida.
Diiiih
20/06/2015 às 22:41
Nossa, bastante coisa ate!
Esqueceu de colocar MN9 na lista, dia 15/09!
Satoshi
20/06/2015 às 22:23
"Será o último console de mesa da Nintendo."
Concordo, pois o NX será hibrído!!
Só uma pergunta, o Mario Tennis e o clone/sucessor espiritual de Mega Man, serão lançados este ano?
Bom, teremos bons games pro WiiU ainda este ano, em 2016 só FExSMT e ZeldaGoty e talvez Pokén e Project Giant Robo!! No máximo um Zelda TPHD pra segurar a ansiedade até o ZeldaU . O problema é que depois da E3 sem sal da BigN, o interesse do povão pelo console vai diminuir... O que eu mais aguardei na E3 da Nintendo, além de novos jogos, é claro, era um novo modelo do WiiU(WiiU Slim, WiiU Mini, New WiiU, sei lá...) mais barato do que tá sendo vendido atualmente e com HD de 500GB/1TB. Ou pelo menos um bom corte de preço, mas nem isso teve! No final deste mês e nos meses de Julho e Agosto as vendas vão cair bastante se comparando com os meses anteriores e o mesmo período do ano passado. Então eu espero que antes de Super Mario Maker ser lançado, a Nintendo faça um grande corte de preço no console e lance um bundle com SMM já com o console mais barato. Sei que não vai dar um Boom nas vendas do WiiU, mas pelo menos mantém as vendas estáveis, não deixando que elas caem mais, além de tentar trazer alguns desistentes do console de volta fazendo eles repensarem a idéia de ter desistido do console(quem é que não fica tentado com um console baratinho?). Sei que Iwata-sama disse que não dá pra abaixar o preço, mas sacrifícios as vezes precisam ser feitos pelo bem da pátria.
Pohkan
20/06/2015 às 21:33
Devil'sThird, Xenoblade Chronicles X, Yoshi Woolly World, Fatal Frame, FAST Racing Neo, Super Mario Maker e Star Fox 0 na 'wish list'.
Hachi
20/06/2015 às 19:55
Faltou Mario tennis
CTemplarios
20/06/2015 às 16:05
Console morto, mas vivo... Próxima geração vou de PC-Gamer e emular Nintendo, pois vai ser outro console a morrer. Ela pra ter as thirds só pagando, mas não vai pagar. Será o último console de mesa da Nintendo.
denis_timao
20/06/2015 às 13:33
Xenoblade X, Star Fox Zero, Fatal Frame 5!
redfield
20/06/2015 às 13:26
Sim, está faltando jogo. Mas será atualizado até domingo.
Aliás, deixamos isto claro no "hub" do INDEX. E tem sido assim em todos os anos desde que o INDEX começou.
shalnark
20/06/2015 às 13:19
@Alê_Nintendo. Estes são apenas os jogos falados na E3 (seja por trailers ou demonstrações jogáveis), não todos os jogos que sairão pro Wii U nos próximos anos.

Mas é, tá faltando coisa. Agora que eu me lembre é apenas Yoshi Wooly World.
Alê_Nintendo
20/06/2015 às 13:16
Faltou jogo ai hein...
Bom, faltaram anúncios não é, mas a lista está incompleta..."correge ai" !!!

Apenas usuários cadastrados podem comentar.

Se deseja realizar seu cadastro, clique aqui.

COMENTáRIOS • facebook
artigos recentes