Carregando
Lembrar? | Esqueci a senhaCadastrar
Lembrar? | Esqueci a senhaCadastrar
artigo 
E3 2015 Index: 3DS
Postado por Equipe Wii U Brasil


Mario & Luigi retornam ao 3DS para mais uma aventura. E dessa vez, para resolver uma disputa. Qual franquia de RPGs do Mario é melhor? Mario & Luigi ou Paper Mario? A resposta pode ser as duas juntas. Mario & Luigi: Paper Jam se trata de um crossover ambicioso entre as duas séries do encanador e promete mesclar com precisão as melhores qualidades de ambas. Esteja preparado para combates por turno no controle de Mario, Luigi e Paper Mario e usar as mecânicas que fizeram cada um desses personagens, em seus jogos, memorável. Haverá um mundo comum e um de papel para ser explorado, além de habilidades especiais, ataques que exigem precisão e novidades, como um enorme robô Mario de papel e seu exército empolgado de Toads que o carregam em batalha. Espere bom humor e muita criatividade.



O novo capítulo da série Fire Emblem, pela primeira vez coloca o jogador como protagonista e o força a escolher um lado em uma guerra: Se aliar com sua família de sangue ou com a família que o criou ?

Fates possui duas campanhas completamente diferentes entre si e, portanto, será lançado em duas versões. Alie-se com Hoshido, sua família de sangue, e a campanha será mais similar à Fire Emblem Awakening. Hoshido também será a campanha recomendada para iniciantes da série. Alie-se com Nohr, sua família de criação, e a campanha irá constantemente desafiá-lo com objetivos inéditos e uma dificuldade crescente.

Qualquer escolha que o jogador fizer, é garantido uma experiência única. Os desenvolvedores ainda prometem uma terceira campanha que será lançada posteriormente por DLC.



Concebido para ser ambientado no universo de Metroid, Metroid Prime: Federation Force foi uma das grandes surpresas da E3 no Digital Event da Nintendo. Controlando um esquadrão nanico de quatro jogadores, o título promete, pelas mãos da Next Level Games, recriar ambientações clássicas da franquia reinventada pela Retro Studios no GameCube. a campanha principal, haverá uma série de objetivos a serem cumpridos, tendo que passar por diversos tipos de inimigos, incluindo bosses.

Unindo-se ao modo cooperativo, haverá diversos modos competitivos e o foco na revelação do jogo ficou a cargo do Blast Ball, que surgira antes, no Nintendo World Championships . Tal modo consiste em batalhas 3vs3 em arenas com o objetivo de empurrar uma bola a fim de marcar gols em seus adversários, empurrando-a com o poder de seus armamentos. Bom, você terá mais detalhes em nossa prévia pós-E3 deste jogo que chegará no Nintendo 3DS em 2016



Após a má recepção por parte do público e da mídia, a Sanzaru Games, a mando da SEGA, voltará a fazer um novo Sonic Boom. O que pode ser incompreensível para alguns, pode ser a chance dada para que o estúdio que já trabalhou bastante com a franquia Sly Cooper, fazendo um trabalho decente, possa se redimir.

Sonic Boom: Fire & Ice, previsto para o último trimestre deste ano, é isso: fogo e gelo. Elementos distintos, mas que poderão proporcionar uma boa variedade no level-design do jogo. Por exemplo, usando um elemento de fogo, sua personagem poderá quebrar blocos de gelo e outras estruturas, abrindo diferentes caminhos. Já munido do elemento gelo, a personagem poderá criar plataformas gélidas para, por exemplo, se proteger de inimigos naquela localidade, dentre outras artimanhas possíveis. Cinco personagens recorrentes da franquia Sonic estarão jogáveis e o objetivo, como quase sempre, é impedir a sede maléfica do Dr. Eggman.



Financiado com sucesso em apenas 2 dias por meio do kickstarter em 2013 e desenvolvido pela Comcept, Mighty Number 9 é a tentativa de Keiji Inafune em atender os desejos dos fãs de Mega Man abandonados pela Capcom. Considerado por muitos como o sucessor espiritual da franquia criada por Inafune, Number 9 aparenta ser completamente inspirado nos jogos do robozinho azul, com o devido cuidado para evitar problemas com propriedade intelectual. Personagens carismáticos, enredo simples e jogabilidade em 2,5D são características marcantes do título, que será lançado para todas as plataformas disponíveis atualmente e estará repleto de recompensas para aqueles que ajudaram na campanha de financiamento. Resta saber se o jogo conseguirá atender às expectativas e a nostalgia dos fãs, se estabelecendo como uma nova franquia, ou se ficará à sombra daquele que um dia foi um dos símbolos de toda uma geração Nintendo de gamers.



Na América do Norte, 190 mil unidades de Hyrule Warrior para Wii U foram vendidas, apenas em seu primeiro fim de semana. Após o tremendo sucesso comercial do jogo por esses lados, a desenvolvedora Tecmo Koei falou publicamente sobre os números surpreendentes e anunciou já ter enviado um milhão de cópias ao ocidente desde o lançamento, em setembro. É natural que com uma recepção tão boa, veríamos novidades em relação ao título. Pois bem, Hyrule Warriors Legends é a novidade. O jogo de 3DS deverá ser um port do original para o portátil e terá todos os personagens jogáveis do console, incluindo os DLCs, além da adição de Tetra e King of Red Lions, de The Legend of Zelda: The Wind Waker. Deverá haver outras novidades também visto que no 3DS, parece ser possível alternar entre vários guerreiros durante uma mesma missão e o lançamento promete compatibilidade com a versão de Wii U.



Hatsune Miku faz sua estréia nos 3DS ocidentais com Project Mirai DX. O jogo de ritmo utiliza dos botões ou da touchscreen do 3DS para suas notas e Hatsune tem um visual "chibi", inédito a essa série. Há um total de 47 músicas no título e algumas possuem versões que podem ser cantadas por Vocaloids diferentes. Se você é fã de jogos de ritmo, esse é um título a se observar quando for lançado em setembro.



Concebido para trazer um novo direcionamento em termos de estrutura de jogabilidade para a franquia Chibi Robo!, Zip Lash introduz o pequeno notável personagem em um ambiente side-scrolling plataforma e om progressão linear. Mesmo em um ambiente distinto, o robozinho parece estar em casa. Os níveis transparecem engenhosidade, pois as habilidades do pequenino serão usadas das mais diferentes formas. O fio de seu plugin, o qual deve manter Chibi ativo, poderá ser utilizado como arma contra os inimigos e como recurso para passar por plataformas ou abrir caminhos. O jogo ainda contará com suporte a um amiibo tematizado, o qual dará superpoderes ao robô e terá um próprio sistema de níveis, proporcionando melhorias em suas habilidades conforme o progresso no jogo. Chibi Robo! Zip Lash chegará exclusivamente para o Nintendo 3DS em outubro deste ano.



Contrariando os pedidos dos fãs de um dos mais icônicos personagens dos videogames, Mega Man Legacy Collection não é um novo título do robozinho azul, na verdade, sequer oferece uma coletânea completa dos jogos da franquia. Semelhante ao que ocorreu com a edição comemorativa de Super Mario All-Stars, o título apresenta apenas uma parcela do legado do personagem em questão, apresentando os jogos da mesma forma como foram lançados originalmente, ignorando o lançamento de Mega Man Anniversary Collection há alguns anos atrás. A Capcom tem adquirido uma fama negativa na comunidade gamer, devido à forma como tem administrado algumas de suas franquias e sua política de download de conteúdo pago (DLC) e infelizmente, o lançamento dessa coletânea só vem a contribuir para a propagação dessa imagem.



Inegável que a onda de jogos remasterizados invadiu com tudo a praia nessa geração. E, seguindo esta linha, o pessoal da Renegade Kid trará, para o 3DS, Dementium Remastered. Ok, podemos jogar Dementium: The Ward, este aclamado survival-horror do Nintendo DS via retrocompatibilidade no atual portátil da Nintendo, mas a promessa é de que a versão remasterizada trará muitas melhorias que enriquecerão a experiência. A começar por melhorias visuais e no áudio, o qual já era excelente. O suporte ao analógico também deverá melhorar alguns problemas que havia na jogabilidade. A equipe de desenvolvimento promete que o jogo rodará a 60 quadros por segundo mesmo com o efeito 3D ligado, o qual, num jogo que envolve ambientes em que o inesperado é o verdadeiro protagonista, poderá trazer uma nova imersão a algo já antigo.



Após o lançamento bem sucedido de Bravely Default no Ocidente em 2014, Bravely Second vem para mostrar que RPGs tradicionais ainda tem um mercado forte e fiel por trás deles. Sendo uma sequência direta que ocorre dois anos e meio após os eventos do primeiro jogo, Bravely Second promete desvendar os mistérios deixados em aberto e apresentar novos personagens na série, enquanto a luta pelos cristais continua.



Desde o começo da geração a Nintendo tem feito esforços para agradar os fãs enquanto trabalham num novo lançamento para a série Zelda. O 3DS recebeu Ocarina of Time e Majora’s Mask 3D, o Wii U recebeu Wind Waker HD e Hyrule Warriors. Até o momento, o único Zelda novo que tínhamos recebido era A Link Between Worlds e, enquanto o título da franquia para o console de mesa não dá as caras, o portátil da Big N recebe seu segundo Zelda “original” - essa última palavra entre aspas, pois muito dos assets do jogo foram tirados diretamente de A Link Between Worlds.

Já tendo atingido sua cota de títulos originais no 3DS com ALBW, a Nintendo provavelmente se sentiu confortável em fazer algo menos familiar com o lançamento seguinte, o que nos traz Tri Force Heroes, que se assemelha mais ao conceito de Four Swords e Four Swords Adventure do que de outros Zeldas. O título conta com uma novidade: a mecânica de totem, que requer que os três Links subam no ombro uns dos outros para atingir um objetivo. Essa mecânica faz uso do senso de profundidade que a tela do 3DS é capaz de produzir, colocando elementos importantes para que os jogadores prossigam em diferentes alturas. O jogo é multiplayer e pode ser jogado online.





Um dos spin-offs mais bem recebidos, Pokémon Mystery Dungeon fez sucesso desde os primeiros lançamentos no Game Boy Advance e DS. Ao fazer a mudança para o 3DS, porém, a franquia acabou com um título simplificado se comparado aos anteriores e que pareceu remover mais do que trazer novos elementos. Super Mystery Dungeon parece arrumar alguns dos problemas de Gates to Infinity, inclusive o maior deles: o novo lançamento conterá todos os Pokémon existentes até o momento e vários destes estarão disponíveis desde o início, além de marcar o retorno do hunger system, que deve deixar os jogadores um pouco menos confortáveis durante as explorações de dungeons.



Animal Crossing: Happy Home Designer já havia sido anunciado antes desta E3, mostrando a funcionalidade das cartas-amiibo. No Digital Event, foi revelado que é possível usar até quatro cartas-amiibo para chamar villagers ao mundo do jogo. O objetivo? Customizar as casas, interior e exterior, de acordo com os pedidos dos moradores da cidade. É possível customizar até edifícios como a câmara municipal e criar escolas. Não parece haver muito além disso, porém, mas logo saberemos quando o jogo lançar em setembro deste ano.



Celebrado pelos fãs de inúmeras franquias presentes nos universos da SEGA, da Capcom e da Bandai Namco, Project X Zone 2 ganhará vida em uma sequência de um crossover ambicioso, porém simples e imediato. Por mais que seu enredo e sua jogabilidade, baseada em um híbrido de RPG tático e combates similares a jogos de luta sejam eficientes, sem dúvida, o elenco de estrelas é que chama a atenção, sejam pelas duplas (Pair Unit) ou não (Solo Unit). Dentre os novos personagens participantes, teremos Phoenix Wright e Maya Fey (Ace Attorney), Kazuma e Goro (Yakuza: Dead Souls),Yuri e Flynn (Tales of Vesperia) e muitos outros que invadirão o Nintendo 3DS no último trimestre deste ano.



Terceiro jogo da série que se iniciou no Nintendo 3DS, Samurai Warriors Chronicles 3 volta a trazer ação para o pequeno portátil, sem sacrificar o foco na história. O principal diferencial de Samurai Warriors Chronicles 3 de outros jogos da produtora Koei Tecmo é a construção da história e do enredo japonês, que apresenta novos desdobramentos para acontecimentos consagrados e como seria o seu impacto no desenvolvimento dos mitos que construíram a história do Japão.



Yo-Kai Watch não é necessariamente uma novidade. O título foi lançado no Japão em 2013 e seu sucesso foi tão grande que, de lá para cá, o jogo já gerou mangás, um anime oficial e um longa-metragem para os cinemas, além de duas sequências para o 3DS. Sem contar as inúmeras semanas que o RPG figurou na lista de jogos mais vendidos até atingir a atual e impressionante marca de 7 milhões de cópias distribuídas. Como se dissesse “melhor tarde do que nunca”, a Nintendo finalmente planejou trazer a não tão nova mania japonesa para o ocidente. O título da Level-5 é sobre um garoto comum, habitante de um subúrbio japonês, e sua determinação em encontrar todos os Yo-Kai, monstrinhos mágicos e carismáticos que causam problemas à cidade até serem encontrados e domesticados. Com eles, o protagonista é capaz de montar seu próprio time e usá-los para derrotar outros Yo-Kai mais fortes, em sistema que usa o melhor que os JRPG têm para oferecer ao resto do mundo.

COMENTáRIOS • site
NewD2Boy
25/06/2015 às 12:27
Tem muito jogo dessa lista que eu vou comprar para o meu portátil quando comprá-lo com exceção de um outro que não me chamaram a atenção apesar que podia ter mais inéditos assim como comentei recentemente no index do Wii U,mas a maioria vale a pena e eu irei comprar.
Lucker
22/06/2015 às 10:26
Por incrível que pareça dessa lista, só Mario & Luigi: Paper Jam me interessou...
Haranis
22/06/2015 às 08:05
O 3DS continua forte.
valhalla knight
22/06/2015 às 01:02
3DS ta meio fraco, para 2015:

Project X Zone 2, Yokai Watch e talvez Chibi Robo.

2016:

Fire Emblem Fates e Mario e Luigi Paper Jam.


Nintendo tem que da mais uma atenção para seu portátil, ta ficando magra a coisa.
Voliver
21/06/2015 às 20:44
Bravely Second, Youkai Watch, Paper Mario crossover, Fire Emblem, Mighty No. 9 e Dementium Remastered são compras certíssimas! Já esse Zelda, vou esperar cair o preço pra comprar.
shalnark
20/06/2015 às 14:27
Dessa lista FE Fates e Project Mirai DX é tudo o que eu quero e preciso
redfield
20/06/2015 às 13:31
Vai ser atualizado, galera!
A ideia do INDEX foi sempre ir atualizando aos poucos durante a semana da E3 pra entregar tudo que fora revelado, mas aos poucos.
Caso queiram, deixem sugestões do que vocês acham que está faltando e iremos atualizar.
A ideia é ter essa interação mesmo
ferrers405
20/06/2015 às 13:28
Bora atualizar com Yo-Kai Watch tb.
denis_timao
20/06/2015 às 13:28
Mario & Luigi Paper Jam, Fire Emblem Fates!
default
20/06/2015 às 13:22
Fire Emblem <3

Apenas usuários cadastrados podem comentar.

Se deseja realizar seu cadastro, clique aqui.

COMENTáRIOS • facebook
artigos recentes