Carregando
Lembrar? | Esqueci a senhaCadastrar
Lembrar? | Esqueci a senhaCadastrar
artigo 
A antiga parceria entre Nintendo e CAPCOM
Postado por Guilherme Bocci

De tempos em tempos a Nintendo e a CAPCOM fazem parcerias, sejam elas por jogos exclusivos de franquias da CAPCOM ou até mesmo jogos da Nintendo desenvolvidos pela CAPCOM, sem contar participação de franquias da Nintendo em jogos da CAPCOM e vice-versa. Mas quando foi que a CAPCOM fez jogos da própria Nintendo?

Durante as décadas de 80 e 90, a Nintendo e a CAPCOM tinham ótimo relacionamento por vendas excelentes dos jogos exclusivos da época como Mega Man 2 e DuckTales, do NES e Mega Man X e Final Fight (SNES). Até que então, elas se juntam para o desenvolvimento de uma das franquias mais importantes da Nintendo, The Legend of Zelda.

Tudo começa no Game Boy Color em 2001, quando a CAPCOM contribuiu com a Nintendo no desenvolvimento dos jogos Oracle of Ages & Oracle of Seasons. Apesar de lançados juntos, são dois jogos diferentes que se comunicam. Quando finalizamos os dois jogos, é liberado o chefe final, via código liberado pelos jogos.

Os jogos do Game Boy Color foram aclamados pela crítica e sucesso em vendas, se tornando um dos jogos mais importantes do console e até mesmo dentro da série Zelda. Com tamanho sucesso, as duas desenvolvedoras se uniram de novo, agora com uma remasterização.

The Legend of Zelda: A Link to the Past foi lançado para o Game Boy Advanced em 2002 e, como dito antes, é uma remasterização muito fiel a versão de SNES. Mas essa versão tem um toque sutil, mas importante para a série. A adição de um modo multiplayer chamado The Legend of Zelda: Four Swords, que pode ser jogado em até 4 pessoas. Um fato curioso é que o jogo viria a ser lançado com melhorias no GameCube, mais tarde com conteúdo extra no Nintendo 3DS e serviu como base para The Legend of Zelda: TriForce Heroes, que foi o primeiro jogo da série com um modo online, também lançado para o Nintendo 3DS.

A parceria foi tão bem, que a CAPCOM desenvolveu em 2005 um dos melhores jogos do Game Boy Advanced, The Legend of Zelda: The Minish Cap. Se você pensava que Super Mario Odyssey teve o primeiro chapéu vivo da Nintendo, você está completamente errado. The Minish Cap é um típico Zelda, que como todos os outros, tem dungeons, ótima trilha sonora e personagens marcantes, porém, vários elementos durante o jogo usam como base a jogabilidade com a touca de Link.

Infelizmente, esse foi o último Zelda desenvolvido pela Capcom, que não quer dizer que foi o fim da parceria. Houve exclusivades de outros jogos e participações de franquias em outras franquias, falaremos destes em um artigo futuro.

Os jogos da série que a CAPCOM desenvolveu trouxeram algumas novidades sutis, mas que se adaptaram muito bem a família Game Boy. E apesar de desenvolvidos pela CAPCOM, desenvolvedores da Nintendo foram importantes no desenvolvimento dos jogos, como Shigeru Miyamoto.

Enfim, a Nintendo e a CAPCOM são a prova viva que duas produtoras podem trabalhar juntas e entregar um trabalho que agradam a fãs, trazer um bom lucro e inovações dentro de um série tão aclamada. Cabe ao futuro decidir se veremos mais algum trabalho que seja ao menos parecido com o que foi The Minish Cap.

COMENTáRIOS • site
Nenhum comentário encontrado.

Apenas usuários cadastrados podem comentar.

Se deseja realizar seu cadastro, clique aqui.

COMENTáRIOS • facebook
artigos recentes